6 motivos para não desistir da amamentação

6 motivos para não desistir da amamentação

Veja os benefícios que o ato de amamentar traz para a mãe e para o bebê e porque vale a pena insistir nesse processo

O início da amamentação pode ser bem difícil para algumas mulheres. Assim, falta de informação e ajuda, dores e as rachaduras no bico do peito podem desestimular a mulher a amamentar. Por isso, buscar ajuda profissional é fundamental para esse acompanhamento e ter mais tranquilidade nesse momento entre mãe e bebê.

Conheça seis bons motivos por recomendação do Ministério da Saúde para você não desistir de amamentar seu filho:

1. Faz bem à saúde da criança

O esforço que a criança faz para sugar o leite do peito da mãe é um excelente exercício para o desenvolvimento muscular do rosto e da boca. No futuro, isso influencia na respiração, mastigação, articulação da fala e no alinhamento dos dentes.

Além disso, o leite materno protege de infecções e previne algumas doenças como asma e diabetes. Também favorece o desenvolvimento físico, cognitivo e emocional.

2. Faz bem à saúde da mulher

Amamentar reduz as chances de desenvolvimento de câncer de mama, de ovário e de endométrio, além de diabetes tipo 2. Ou seja, quanto mais tempo a mulher consegue amamentar, maiores são os benefícios.

3. Fortalece o vínculo afetivo

Na amamentação, mãe e bebê ficam mais próximos. Dessa forma, essa interação fortalece o vínculo afetivo entre eles.

4. É mais barato

As fórmulas infantis industrializadas têm um custo alto e podem comprometer o orçamento familiar. E criança que é alimentada com leite materno adoece menos. Ou seja, a família também economiza com médicos e remédios.

5. Faz bem à sociedade

Não fique surpresa com esse dado. Como citado acima, essas crianças adoecem menos. Assim, geram menos gastos tanto para família quanto para o sistema de saúde. Criança saudável tem mais chances de desenvolver o seu potencial máximo cognitivo. O que isso tem a ver com a sociedade? Tudo. Adultos mais capazes contribuem mais para o desenvolvimento de um país.

6. Faz bem ao planeta

O leite materno é natural. É produzido e fornecido sem poluição ou prejuízos aos recursos naturais. A produção de gado é uma das mais poluentes. Portanto, reduzindo a produção leiteira, evita-se resíduos que contribuem para a emissão de gás metano, causador do efeito estufa. Além disso, reduz toda uma cadeia de produtos geradores de detritos, como toneladas de latas, plásticos e rótulos.

A PROTESTE tem como luta o acesso à saúde de qualidade.