8 alimentos que parecem saudáveis mas podem ser vilões da dieta

8 alimentos que parecem saudáveis mas podem ser vilões da dieta

Muitas vezes a escolha por alimentos diet ou light pode ser um erro para quem deseja melhorar a alimentação

Você conhece os alimentos “falsos saudáveis”? Muitos deles são os produtos anunciados como light ou diet, que deveriam auxiliar na redução de peso. No entanto, comidas industrializadas, como barrinhas de cereal e peito de peru, podem ser prejudiciais à saúde, por conterem alto teor de açúcar, sódio e gordura.

Por isso, a recomendação de nutricionistas é evitar esses produtos e deixá-los apenas para situações de emergência. Lembrando que devemos sempre observar os rótulos dos alimentos. É importante notar os itens que aparecem em primeiro lugar, pois são os mais presentes na composição.

Confira abaixo a lista  dos alimentos que parecem ser saudáveis mas não fazem tão bem à saúde, elaborada pela PROTESTE:

Barrinha de cereal

Barrinha de cereal

Por serem práticas e fáceis de carregar, as barrinhas acabam se tornando uma opção para o dia-a-dia. Muitos acreditam que elas são ricas em fibras, porém, esses teores são abaixo do esperado. Além disso, são ricas em sódio e açúcar.

Testes também já identificaram que a presença de conservantes que podem aumentar a quantidade de lipídios e gorduras no sangue. Isso dificultaria a absorção das vitaminas A e D pelo organismo, o que pode causar urticária e dermatite.

Suco de caixinha 

A maioria desses produtos possui quase a mesma quantidade de açúcar dos refrigerantes. Normalmente chamados de néctares de frutas, eles também contêm bem menos frutas do que o esperado para um suco.

Peito de peru

Apesar de ser associado à alimentação saudável, o peito de peru é um embutido e, é rico em sódio e outros aditivos, como corantes e conservantes. Uma porção de 40 g (duas fatias, em média) pode apresentar até 500 mg de sódio, o que representa um quarto do valor diário recomendado. Além disso, o produto pode conter substâncias químicas, como nitritos e nitratos (relacionadas ao aumento do risco de câncer).

Gelatina

Gelatina

É um alimento ultraprocessado e contém açúcares, conservantes, aromatizantes e corantes. Por isso, o consumo de gelatina, sobretudo entre as crianças, pode levar ao desenvolvimento de alergias, problemas gástricos, entre outros.

Cereais matinais

Mesmo sendo uma boa fonte de energia, a maioria traz alto teor de açúcar e de sódio. Por isso, o consumo de cereais nessas versões não é recomendado para crianças e deve ser evitado pelos adultos.

Biscoitos água e sal

Biscoito água e sal

Eles, em geral, combinam trigo branco, gordura hidrogenada, açúcar, sal e aditivos químicos. Usados para substituir o pão nas dietas, os biscoitos água e sal precisam ser consumidos com moderação. É importante estar atento que algumas marcar utilizam gordura trans e devem ser evitadas.

Bisnaguinhas

O pãozinho costuma fazer sucesso nas lancheiras infantis. No entanto, elas são repletas de farinha branca, gordura hidrogenada (relacionada com aumento de colesterol e obesidade), açúcar, sal e aditivos e, em alguns casos, até gorduras trans. Também é um alimento pobre em fibras.

Sopas instantâneas

Embora práticas, elas são pouco nutritivas e, em geral, ricas em sódio e aditivos químicos. O excesso de sódio deve ser evitado, pois o item é um fator de risco para o desenvolvimento ou agravamento da hipertensão arterial.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.