Saúde bucal: mitos e verdades para ter um sorriso perfeito

Saúde bucal: mitos e verdades para ter um sorriso perfeito

Na busca por dentes bonitos e saudáveis, muitas pessoas optam por alternativas inadequadas; veja o que é mito e o que é verdade na saúde bucal

Dentes brancos e alinhados, hálito fresco e gengivas bem cuidadas. Quem não deseja um sorriso perfeito? No entanto, na busca por dentes bonitos e saudáveis, muitas pessoas optam por alternativas inadequadas. Por isso, é importante ficar atento às informações encontradas na internet ou fornecidas por pessoas próximas. Nem sempre essas informações estão corretas e ainda podem levar ao agravamento da saúde bucal. Dependendo do impacto, é possível que afetem até a saúde geral, já que algumas doenças têm origem na boca.

Para não arriscar e manter a saúde em dia, o primeiro passo a seguir é o acompanhamento do dentista. Somente este profissional poderá indicar medidas preventivas e realizar tratamentos necessários. Visando esclarecer dúvidas sobre o tema, o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo (CROSP) listou alguns mitos e verdades sobre a saúde bucal. O conteúdo foi publicado no site Rondo Notícias.

Devo usar muito creme dental para escovar os dentes?

MITO. A impressão de que muito creme dental ajuda na limpeza dos dentes é um engano. Uma pequena quantidade é suficiente para uma ótima limpeza nos dentes, pois o recomendado é colocar o creme apenas dentro das cerdas da escova dental.

Segundo Luciana Scaff Vianna, periodontista da Câmara Técnica de Periodontia do CROSP, a limpeza mecânica, com escova e fio dental, é a grande responsável pela higienização completa. É importante destacar que o creme dental precisa conter flúor em sua fórmula, pois o elemento é comprovadamente eficaz na prevenção da cárie.

Associado PROTESTE tem a seu dispor plano dental por um preço especial

Posso comer uma maçã e não escovar os dentes?

Mulher comendo maçã

PARCIALMENTE MITO. Não é totalmente falso, pois comer uma maçã ajuda a limpar a superfície vestibular (frontal) dos dentes. Porém, não é tão eficaz como realizar uma higiene bucal completa com o uso de escova, fio e creme dental. Ao passar o fio, possivelmente haverá restos do alimento entre os vãos dos dentes. Luciana reforça que “comer maçã é muito melhor que comer chocolate ou doces. No entanto, nunca devemos substituí-la por uma escovação completa, porque sempre precisamos remover os resíduos dos alimentos”.

Mascar chiclete acaba com o mau hálito?

MITO. Apesar de mascarar o odor ruim, o chiclete não acaba com o problema. E nos casos em que o cheiro é muito forte, o sabor do chiclete pode se misturar ao cheiro e ser ineficiente. Rosileine Uliana, membro da Comissão de Halitogia do CROSP, destaca que existem mais de 40 causas para o mau hálito e para dar um basta no problema, é necessário o diagnóstico do dentista. O profissional será o responsável pela identificação e realização do tratamento mais apropriado.

Devo manter uma boa saúde bucal para não influenciar a minha saúde geral?

Atendimento odontológico

VERDADE. Assim como muitos sintomas de doenças sistêmicas se manifestam na boca, ela também é porta de entrada para essas doenças. Por isso, para manter uma boa saúde, é indispensável fazer uma higienização bucal de forma adequada, com o uso de produtos indicados pelo dentista. As consultas odontológicas também devem ser regulares, pois são nessas visitas que o profissional pode detectar problemas e indicar tratamentos.

Mulheres grávidas precisam dar mais atenção à saúde bucal?

VERDADE. Durante a gestação, a mulher se torna mais vulnerável a doenças bucais, como a cárie e a doença periodontal. Um dos motivos é o conjunto de alterações hormonais que modificam a saliva e o pH da boca. No pré-natal odontológico, o dentista irá prevenir e tratar doenças orais, além de orientar sobre aleitamento materno, hábitos saudáveis e higiene oral. Segundo a conselheira do CROSP Sofia Uemura, doenças na cavidade oral colaboram para desfechos negativos na gestação, como mortalidade perinatal e prematuridade. Por isso, a saúde bucal da mãe interfere diretamente na saúde do bebê.

O chá das folhas de batata doce pode curar a dor de dente?

MITO. Apesar da crença popular de que o chá tem ação anti-inflamatória, não há nenhuma evidência científica sobre sua eficácia. Para tratar a dor, é sempre recomendado que faça uma consulta com o dentista. O profissional fará o diagnóstico da origem do problema e assim, tratá-la da forma mais adequada.

Antibióticos mancham os dentes?

PARCIALMENTE VERDADE. A tetraciclina é o único tipo de antibiótico com efeitos colaterais que podem comprometer os dentes. Ela costuma danificar o esmalte dos dentes e manchá-los. Em alguns casos, pode alterar a cor para um tom acinzentado. No entanto, esse efeito colateral representa perigo apenas para os dentes que estão em formação, isto é, entre o quarto mês de vida intrauterina e até aproximadamente os setes anos de idade.

Bicarbonato de sódio pode clarear os dentes?

MITO. Muito comum em receitas caseiras para clarear os dentes, o bicarbonato de sódio não é a melhor maneira de clarear os dentes. O produto é um abrasivo forte que atua como esfoliante, polindo a superfície externa. Dessa forma, pode causar desgaste aos dentes. Lembrando que o recomendado é fazer um tratamento clareador diretamente com o dentista e seguir todas as instruções do profissional.

Creme dental com efeito branqueador clareia os dentes?

MITO. Somente o dentista está apto para indicar um tratamento clareador. O mais recomendado é realizar o procedimento em consultório e seguir todas as instruções do profissional. O creme dental branqueador é indicado apenas para a manutenção do clareamento. Alguns são muito abrasivos e removem apenas as manchas externas, assim dão a sensação de dentes mais brancos. Porém, na verdade, riscam o esmalte dentário e muitas vezes deixam os dentes mais opacos e sem brilho.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.