Saiba como escolher lanches mais saudáveis

Saiba como escolher lanches mais saudáveis

Além de escolher bem o alimento, é importante avaliar por que você está querendo comer. Saiba identificar se está realmente com fome ou se é apenas vontade de comer

Você tem o hábito de consumir pequenos lanches durante o dia? Pois saiba que isso é muito comum. De acordo com a Pesquisa de Alimentos e Saúde da Fundação 2019, mais de 50% das pessoas comem um petisco pelo menos uma vez por dia. Isso não é ruim, desde que seja feito com consciência e os lanches sejam saudáveis.

Além de escolher bem o alimento, é importante avaliar por que você está querendo comer. Como fazer essa avaliação? Analise se você está realmente sentindo fome, se está com pouca energia. Será que não está apenas com sede? Além disso, avalie se ainda falta muito tempo até a próxima refeição.

Conheça um jeito novo de cuidar da sua saúde.

Dessa forma, é possível decidir qual a melhor opção naquele momento e o que te fará sentir saciado até a próxima refeição. Entender seu motivo para querer um lanche pode ser útil para decidir o que e quanto comer.

Escolha lanches saudáveis

Alimentos com fibras e proteínas nos trazem sensação de saciedade. De um modo geral, é indicado optar por um lanche que inclua vários grupos de alimentos. Um exemplo pode ser uma banana com manteiga de amendoim e um punhado de amêndoas ou biscoitos integrais. Outra opção são fatias de queijo com vegetais fatiados.

Lanches saudáveis precisam ser planejados com antecedência

Às vezes, a rotina corrida nos impede de comer exatamente no horário certo, ou seja, quando estamos no momento ideal da fome. Quando isso acontece, comer um pequeno lanche saudável enquanto se mantém hidratado pode ajudar a evitar um apetite excessivo na próxima refeição.

Para algumas pessoas, pode ser útil planejar com antecedência, mantendo alguns lanches práticos à mão. Outros exemplos de ótimos lanches saudáveis são hommus e fatias de cenouras, queijo, maçã, iogurte ou barra de proteína.

corpo
Fique atento ao seu corpo

Em artigo, a nutricionista Alyssa Pike explica que muitas vezes queremos comer algo apenas por prazer ou por alguma questão emocional. Nesses casos, independente da escolha, é importante estar atento. Pesquisadores afirmam que quando estamos conscientes das nossas necessidades de comida, isso pode ajudar a reduzir a probabilidade de simplesmente porque a comida está disponível, o que pode acontecer mesmo que você não esteja com muita fome.

+Leia também: Sim, comer fora de casa de maneira saudável é possível

Além disso, sintonizar o sabor e a textura dos alimentos, bem como os sinais de fome, podem ajudá-lo a saborear e impedir que você fique insatisfeito. Para descobrir se está realmente com fome ou gula, é preciso estar atento aos sinais do corpo e da mente. Muitos fatores afetam nossas escolhas de lanches todos os dias, como tempo, preferências, orçamento, conveniência e níveis de fome. Compreender o seu motivo é o primeiro passo para construir uma melhor experiência de alimentação.

Xiii, recebeu um produto com defeito? Pior, não entregaram até agora aquilo que você comprou? Pare de se estressar com problemas assim. Adquira nosso Serviço de Defesa do Consumidor. Nós podemos resolver para você! Experimente por R$1,99 no primeiro mês. Após, apenas R$24,90 por mês.