Esclareça suas principais dúvidas sobre nutrição!

Esclareça suas principais dúvidas sobre nutrição!

Neste mês de agosto, comemoramos o dia do nutricionista, profissional essencial para a nossa saúde!

Você sabia que o nutricionista é um profissional indispensável em várias atividades, como hospitais, consultórios, escolas, restaurantes e cozinhas industriais? Além disso, ele é essencial para garantir a saúde e a qualidade de vida das pessoas, através da prevenção e tratamento de diversas doenças, promovendo qualidade de vida e bem-estar. 

Por ser uma atividade essencial para a saúde, há uma data estabelecida para lembrar a importância do trabalho deste profissional: 31 de agosto. Para comemorar esse dia e reforçar a importância dos profissionais da área, a PROTESTE resolveu esclarecer as principais dúvidas dos consumidores acerca do tema. Para isso, chamou a especialista da área, Fernanda Taveira.

Confira, a seguir, algumas dúvidas que recebemos de nutrição, respondidas por Fernanda!


Quais os alimentos recomendados para ajudar na reposição da vitamina D? 

Ovos e peixes como salmão, bacalhau e sardinha. Alguns cereais, leite e derivados são enriquecidos com vitamina D também. Confira sempre a informação nutricional do produto. 

O maior consumo de vitamina D está, de fato, ligado à maior taxa de recuperação da Covid-19?

Embora seja uma promessa animadora, o consumo de determinados alimentos para o combate à Covid não é embasado por  estudos científicos. A doença é muito recente e ainda não temos dados que comprovem tal fato.

O que se tem bem estabelecido na literatura é a associação do consumo de alimentos fontes de selênio, zinco, vitaminas A, C, D, E e do complexo B com o fortalecimento do sistema imunológico.  

A água também é importante para a imunidade, pois retira todas as impurezas do corpo e, consequentemente, auxilia na prevenção de doenças. 

Além de sucos naturais, quais outras bebidas são mais saudáveis que refrigerantes?

A água é sempre a melhor opção! Além dela, boas opções são os suco de fruta in natura, a água de cocoe ou  a água saborizada. 

Mesmo sem alergias comprovadas, é melhor optar por alimentos livres de glúten e lactose?

Se não houver alergia, não há motivos para evitar o consumo dessas substâncias. A restrição só é necessária em caso de intolerância ao glúten ou à lactose. 

Quais são as melhores opções de óleo de cozinha? Devemos evitar os óleos de soja ou de milho, por serem transgênicos?

Transgênico é sinônimo para a expressão “organismo geneticamente modificado”, ou seja, é um organismo que recebeu um gene de outro doador. Dentre os malefícios do consumo de transgênicos, destaca-se o aumento das alergias e a maior resistência aos antibióticos. 

De fato, a soja e o milho merecem atenção nesse sentido, pois têm maior risco de sofrerem essa modificação genética.  Porém, existe o Decreto 4.680/2003, que exige a informação de transgênicos (acima de 1%)  na rotulagem dos alimentos. 

No momento da compra do óleo de cozinha, confira no rótulo a presença dessa informação. Essa é a melhor forma de escolher o óleo livre de transgênicos. 

oleo
Quais são as melhores opções de óleo de cozinha?

No momento do cozimento/fritura, as estruturas moleculares dos óleos de cozinha são modificadas. A oxidação, ou seja, a reação com o oxigênio, que ocorre nessa etapa,  tem sido relacionada à maior incidência de doenças do coração e câncer.

Entre os óleos mais utilizados para cocção destacam-se os de girassol, milho,canola e o azeite. Destes, o azeite e o óleo de canola produzem menos aldeídos, pois são ricos em ácidos graxos monoinsaturados e saturados, que são muito mais estáveis quando submetidos ao calor.

Mas o óleo de canola, embora possua estabilidade a elevadas temperaturas, não é recomendado, pois foi criado artificialmente, a partir de outra matéria-prima vegetal. 

Portanto, o melhor óleo para fritar e cozinhar é o azeite. Ele só perde suas propriedades antioxidantes ao ser aquecido, mas possui uma maior quantidade de gorduras monoinsaturadas e menos gorduras saturadas na comparação com os demais, gerando estabilidade e sendo uma excelente alternativa para prevenir doenças cardiovasculares e aumentar os níveis de colesterol bom (HDL). 

Na hora de cozinhar, é aconselhável trocar o óleo ou azeite pela manteiga?

Essa substituição não é recomendada, pois a manteiga, quando exposta ao calor acima de 120 graus, produz uma substância tóxica chamada acroleína, que pode causar câncer. 

No dia a dia, qual é melhor consumir: manteiga ou requeijão?

Quando o assunto envolve a composição nutricional, o requeijão se sobressai, pois possui menos gordura e tem mais proteínas e cálcio – essenciais para os tecidos muscular e ósseo. Porém, a manteiga não precisa ser retirada do cardápio, a estratégia é variar e consumir com moderação.

Seja associado à PROTESTE e tenha acesso a conteúdos exclusivos. CADASTRE-SE arrow_right_alt