Preparo de alimentos requer cuidados especiais de higiene

Preparo de alimentos requer cuidados especiais de higiene

O assunto é um dos temas do curso Você Chef: Da Cozinha ao Lucro, que a PROTESTE lança em março; veja quais aspectos levar em conta

O preparo de alimentos, seja para consumo próprio, ou para quem tem um negócio na área, requer cuidados indispensáveis de higiene. A venda de um produto alimentício, seja em sua forma in natura ou processado, pode gerar um problema de saúde pública se não for feita da forma correta.

Esse será um dos assuntos do curso Você Chef: Da Cozinha ao Lucro, que a PROTESTE lança em março. Além de questões de higiene, o curso englobará conteúdo sobre processos legais para a abertura de empresas, boas práticas na cozinha, administração e marketing.

Inclusive, na quarta-feira (19/02), a empresária Flávia Olmo vai contar em uma live no Insta da PROTESTE alguns dos segredos do sucesso da Que Doce!, empresa fundada por ela e pela mãe.

Veja algumas das dicas que os futuros alunos vão encontrar lá:

Higiene pessoal é o primeiro passo

  • Funcionários devem tomar banho todos os dias;
  • Usar desodorante somente suave ou sem cheiro e não usar perfumes;
  • Não utilizar nenhum tipo de loção nas mãos;
  • Higienizar as mãos da maneira correta e na frequência indicada;
  • Lavar as mãos sempre: ao chegar no trabalho, antes de iniciar tarefas, ao trocar de atividade, após usar o banheiro, tossir, espirrar ou assoar o nariz, após usar materiais de limpeza, depois de recolher o lixo, outros resíduos ou alimentos estragados, depois de manusear dinheiro, etc.

Não só aspectos de higiene pessoal devem ser levados em conta, mas também comportamentos. Veja alguns deles:

Fique de olho também no comportamento pessoal

  • Os alimentos não devem ser manipulados se o profissional estiver doente ou com ferimentos nas mãos e unhas;
  • Não cantar, tossir ou espirrar sobre os alimentos;
  • Adornos como anéis, alianças, brincos, relógio, pulseira, colar, piercing, dentre outros, não devem ser utilizados;
  • Não provar os alimentos com as mãos nem utilizar utensílios que foram colocados na boca;
  • Os uniformes devem ser completos, bem conservados, limpos, com troca diária e usados, somente, no trabalho;
  • Manter os cabelos presos e protegidos por redes, toucas ou outro acessório apropriado para esse fim;

higiene ambiente
Por último, devem ser observados cuidados de higiene no ambiente:

Higiene também no ambiente

  • No processo de higienização, é importante realizar a limpeza, com água e detergente e, em seguida, a desinfecção, com álcool 70%;
  • É proibido utilizar vassouras de madeira e piaçava. Também não deve ser realizado o reaproveitamento de baldes de alimentos para limpeza;
  • Outra orientação é que os equipamentos devem ser higienizados logo após o uso. Além disso, devem ficar protegidos com capas.
  • As áreas de preparação e estocagem dos alimentos devem ser higienizadas regularmente, e, imediatamente, após o término do trabalho;
Saiba como ganhar dinheiro sem sair da sua cozinha.
Acesse agora