Análise Sensorial: comprovando a qualidade de um azeite de oliva extravirgem

Análise Sensorial: comprovando a qualidade de um azeite de oliva extravirgem

Entenda e veja como é realizada a análise sensorial em nossos testes com azeites

Escolher o azeite de oliva ideal é bem fácil: basta acessar nosso comparador gratuito.

Lá, você pesquisa e descobre os produtos que devem ou não ser comprados.

Só neste ano, testamos mais de 60 opções, entre marcas nacionais e importadas, em laboratórios acreditados pelo Ministério da Agricultura (Mapa) e pelo Conselho Oleícola Internacional (COI).

E, dentre os critérios utilizados por nós para avaliar a qualidade de um azeite de oliva extravirgem, há um muito importante denominado “análise sensorial”.

Como é feita a análise sensorial

A análise sensorial avalia a qualidade do azeite extravirgem, de acordo com características relacionadas ao cheiro e ao sabor.

analise-sensorial-como-e-feita

Tais características são decididas por um painel de provadores treinados, selecionados e especializados em azeites.

Para o nosso teste, utilizamos como referência as regras do Conselho Oleícola Internacional (COI).

Na análise sensorial, as amostras que apresentam defeitos, “perdem” o título de “extra”, podendo ser de tipos inferiores de classificação, como “virgem” e “lampante”, já que o azeite de oliva extravirgem não apresenta nenhum defeito e, por isso, é considerado de qualidade superior com sabor e cheiro intensos a azeitona sã.

Para não haver margens de dúvidas, são realizadas mais duas provas, em diferentes garrafas – mas do mesmo lote – por outros dois laboratórios, igualmente reconhecidos pelo COI.

azeite-provas

Se os resultados confirmarem a primeira avaliação, mantemos a classificação emitida para o azeite.

Outro ponto fundamental é que os provadores estiveram atentos à intensidade de percepção dos defeitos (tulha, borras, mofo, ranço e queimado, entre outros) e dos atributos positivos (frutado, picante e amargo).

Durante essa análise, o azeite é previamente aquecido a uma temperatura de aproximadamente 28ºC, o que faz com que os aromas se libertem.

azeite-aquecido

Já a cor não é uma característica que influencia na qualidade do produto

Ainda assim, para evitar que isso interfira na avaliação dos provadores, o azeite é colocado em copos de tom azul índigo, o que anula o tom original do produto.

Gostou deste conteúdo? Cadastre-se agora e receba gratuitamente informações da PROTESTE! Se você é associado e precisa de ajuda, entre em contato conosco pelo número 4003-3906, caso ainda não seja, ligue para 4020-1878.