Linhaça, aveia e chia: conheça os benefícios desse trio

Linhaça, aveia e chia: conheça os benefícios desse trio

Além de serem fontes de fibra, esses grãos auxiliam no processo de emagrecimento, entre diversos outros efeitos positivos

Você conhece os benefícios da linhaça, aveia e chia? Pois precisa conhecer. Esses grãos estão cada vez mais presentes na alimentação dos brasileiros e oferecem uma série de benefícios à saúde. Além de serem fontes de fibra, eles auxiliam no processo de emagrecimento, entre diversos outros efeitos positivos.

Conheça os diversos benefícios da linhaça, aveia e chia

A linhaça, por exemplo, é uma semente oleaginosa, encontrada no mercado sob as formas de semente de linhaça dourada e semente de linhaça marrom. Os dois tipos são ricos em nutrientes importantes, como ácidos graxos ômega-3, fibras e lignanas.

A semente tem ainda efeito redutor do colesterol, sem afetar significativamente o colesterol HDL (bom colesterol) e triglicerídeos. Dessa forma, a linhaça pode ser uma aliada relevante na prevenção de vários fatores de risco cardiometabólicos.

Outros benefícios desses grãos são o efeito protetor contra o câncer, osteoporose, alívio de sintomas da menopausa e redução dos níveis de açúcar no sangue. Além disso, o consumo de linhaça prolonga a sensação de saciedade, que pode retardar a fome e, com isso, contribuir com a dieta para a perda de peso.

A chia e os benefícios quanto ao envelhecimento precoce

Chia

Assim como a linhaça, a chia também é uma fonte natural de ácidos graxos ômega-3, fibras e proteínas. Dessa forma, reúne os aminoácidos essenciais, que são aqueles que o nosso organismo não produz. Possui ainda um baixo índice glicêmico e contém uma concentração significativa de antioxidantes.

A semente de chia tem um grande potencial dentro da indústria alimentícia. Isso ocorre porque sua oxidação é mínima, comparada com outras fontes de ômega-3, como a linhaça, que apresenta uma decomposição rápida devido à ausência de antioxidantes. A oxidação afeta não só a qualidade dos alimentos, como também a sua saúde. Por isso, a adição de chia na dieta está relacionada à prevenção do envelhecimento precoce.

Aveia pode trazer sensação de bem-estar e energia, entre outros benefícios

Aveia

Já a aveia, é composta por proteínas, ferro, silício, magnésio, fósforo, zinco, manganês, vitamina B1 e vitamina B5. Além disso, ela traz importantes fibras solúveis. Um dos exemplos é a betaglucana, por exemplo. Ao entrar em contato com líquidos, a fibra forma um gel capaz de retardar a digestão, gerando saciedade e melhorando o funcionamento do intestino. Para completar, a aveia ainda reduz os níveis de colesterol total e LDL (colesterol ruim), além de diminuir o açúcar no sangue.

Os nutrientes desse alimento trazem ainda bem-estar, e podem ser capazes até de combater a tristeza e a depressão. Isso acontece pela presença do triptofano, que é o percursor da síntese da serotonina. Por outro lado, a presença de manganês, silício e proteínas auxiliam na formação do colágeno, mantendo a estrutura da pele, do cabelo e das unhas.

Para quem busca energia para se exercitar, a aveia também é uma ótima opção. Por ser rica em fibras, o carboidrato é liberado de forma mais lenta no organismo. Sendo assim, fornece energia de forma gradual. Por isso, apesar de ser um pouco calórica, é uma ótima pedida acrescentá-la em frutas, iogurtes, vitaminas e mingaus (uma colher de sopa). Já as sementes de chia e linhaça podem ser salpicadas em sopas, massa de panqueca, saladas e no que mais preferir.

Teste verificou presença de corpos estranhos

Porém, para que possamos absorver todos esses nutrientes, os alimentos devem ser bem conservados e estar em bom estado. Para comprovar a qualidade desses grãos e verificar se estão próprias para consumo, testamos as marcas disponíveis no mercado.

O estudo avaliou se os grãos estavam livres de corpos estranhos, como ácaros, pelos de roedor e insetos. A análise foi realizada com base na resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabelece os requisitos mínimos para a constatação de matérias estranhas visíveis (macroscópicas) ou não visíveis (microscópicas) a olho nu em alimentos e bebidas, assim como seus limites de tolerância.

Segundo a legislação, cada produto pode trazer certa quantidade de corpos estranhos. Porém, os alimentos testados não estão citados nos anexos da resolução da Anvisa, o que significa que, para eles, a tolerância é zero. Ou seja, no caso da linhaça, chia e aveia, não são admitidas matérias estranhas inevitáveis.

No entanto, a notícia é boa! De acordo com a nossa avaliação, todas as amostras estão de acordo com a lei. Isso significa que elas estão livres de corpos estranhos, como ácaros, pelo de roedor e insetos.

Cabe ressaltar ainda que os resultados do teste retratam um cenário do momento. Portanto, pode ser considerado apenas no período em que as análises foram conduzidas e para as amostras utilizadas. Com isso, aproveite para consumir esses grãos e usufruir dos seus inúmeros benefícios.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.