Saiba quais são os benefícios do milho para a saúde

Saiba quais são os benefícios do milho para a saúde

Conheça os diversos benefícios do milho para a saúde, como escolher e preparar esse alimento.

O milho é um alimento com uma série de benefícios para a saúde e, ao mesmo tempo, pode ser consumido de diversas maneiras, tanto cozido ou assado quanto em receitas. Logo, colocar milho na mesa ajuda a diversificar a dieta e torná-la ainda mais saudável e equilibrada.

A história do milho tem seus primeiros registros no México há mais de 7 mil anos e, desde então, o alimento fez parte da cultura de povos como os astecas e os indígenas do continente americano, sendo base da alimentação em muitas culturas. 

No Brasil, ele é um dos principais grãos cultivados, segundo a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento). A entidade indica que, para a safra 2021/2022, a produção é estimada em 115,6 milhões de toneladas, aumento de 32,7% em comparação com a safra anterior.

Existem aproximadamente 150 espécies de grãos de milho, que podem ser utilizados para produção de farinhas e também flocos, além de originarem produtos como o amido, óleos vegetais, cereais e bebidas alcoólicas, por exemplo. Ao mesmo tempo, o milho está presente em receitas como canjica, pamonha, cuscuz, mingau, bolos e cremes.

Assim como todo alimento, é essencial entender como escolher o milho na hora de levar para casa e, também, os cuidados ao consumir ou preparar pratos com esse grão. Conheça os benefícios do milho para a saúde, como escolher e preparar esse alimento e receitas para tornar a sua dieta ainda mais saborosa.

Banner canal Reclame

Benefícios do milho

O milho possui diversos benefícios para o funcionamento do organismo, por isso incluí-lo na dieta pode ser positivo por vários motivos. Conheça alguns deles:

Auxilia no Fortalecimento da imunidade

A imunidade do organismo pode ser fortalecida com o consumo de milho, já que o grão tem níveis de antioxidantes com a presença de zeaxantina. Essas substâncias ajudam a diminuir a presença de radicais livres, que afetam células e podem favorecer o surgimento de doenças. Além disso, o milho contém vitaminas (A, B e C), que também auxiliam no fortalecimento da imunidade.

Melhora do trânsito intestinal

O milho é um alimento rico em fibras, especialmente fibras insolúveis, como a celulose, hemicelulose e lignina, auxiliando no aumento do volume fecal e melhora o trânsito intestinal. As fibras estão principalmente na casca do grão e ajudam a eliminar toxinas, já que elas passam intactas pelo sistema digestivo e reduzem o tempo que as fezes ficam no intestino. 

Vale lembrar que, quando os grãos secos são processados, há uma grande perda no teor de fibras. Outro ponto importante é que o aumento no consumo de fibras deve ser acompanhado de maior ingestão de líquidos.

Auxilia no controle da fome

As fibras presentes no milho também ajudam no controle da fome, já que contribuem para manter a saciedade por mais tempo. Com isso, o organismo tende a sentir menos necessidade de consumir alimentos de maneira constante.

Dica: Como ganhar massa muscular com alimentação e treino de força

Melhora a saúde dos olhos

As chances de desenvolver degeneração macular podem ser diminuídas por meio do consumo do milho graças à sua ação antioxidante, especialmente devido à luteína, zeaxantina e betacarotenos, que protegem a mácula ocular

A zeaxantina e a luteína fazem parte da região macular da retina dos olhos, sendo importantes na sua integridade e na manutenção da visão. Com isso, o consumo do milho pode auxiliar na redução dos riscos de desenvolver doenças oculares.

Rico em vitaminas e minerais

As vitaminas (A, B e C) e os sais minerais (cálcio, ácido fólico, potássio, magnésio, ferro e zinco) ajudam a diminuir o desenvolvimento de doenças, como diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares.

As fibras presentes no milho auxiliam no bom funcionamento do organismo e também ajudam a reduzir os riscos de algumas doenças.  

Você sabia que milho não tem glúten?

O glúten combina grupos de proteínas que estão presentes em cereais como o trigo. Ele pode ser prejudicial para celíacos (pessoas intolerantes a glúten) que, ao consumirem alimentos com a substância, têm o trânsito intestinal prejudicado. Porém, esse problema não existe no milho consumido de forma natural.

Vale ressaltar que os celíacos devem observar se os pratos ou os alimentos industrializados à base de milho não levam outros ingredientes que contém glúten. É o caso, por exemplo, dos bolos de milho que levam farinha de trigo em sua composição, pois mesmo que o grão não tenha glúten, a farinha de trigo tem a substância.

Como escolher o milho?

É essencial ter atenção a pontos importantes do milho na hora de comprar o alimento. Confira algumas dicas da PROTESTE.

Avalie as condições de higiene e armazenamento

As condições do local de armazenamento do milho, assim como a higiene do produto, são aspectos fundamentais para reduzir os riscos de infecções ou de comprar o grão estragado. Confira se o local de armazenamento está limpo, seco, arejado e livre de insetos.

Confira a qualidade das espigas

Ao comprar espigas de milho, é bom escolher as opções que apresentam folhas bem verdes e flexíveis, em vez daquelas que já estão secas ou amareladas. Além disso, os fios devem estar em tom marrom-escuro, já que eles indicam que as espigas estão frescas.

Dica: Saiba os tipos de mel, seus benefícios e como escolher

Cuidado ao consumir milho

Por mais que o milho possa trazer alguns benefícios para o organismo, é bom tomar cuidado com o preparo, afinal o excesso de outros ingredientes pode prejudicar a saúde e aumentar o risco de doenças.

Portanto, ao preparar pratos com o grão, tome cuidado para não exagerar no açúcar ou no sal, que favorecem, em longo prazo, o desenvolvimento de enfermidades como a diabetes e a hipertensão.

Dessa maneira, é indicado o consumo de milho cozido e assado, principalmente se ele for consumido regularmente. 

Milho em conserva

Muita gente prefere o milho em conserva pela praticidade, porém, é essencial observar alguns aspectos para fazer um consumo seguro e saudável:

  • Observe se a lata não está amassada, furada, estufada ou com ferrugem, pois essas características podem indicar que o milho estragou ou passou da validade;
  • Quanto mais distante o vencimento, mais fresco o milho tende a ser e mais apropriado estará para consumo;
  • Leia o rótulo para conferir o prazo de validade e prefira as conservas que não contém aditivos, sal ou açúcar adicionados.
  • Consuma o milho em conserva em poucos dias após a abertura da embalagem. O tempo de consumo deve estar indicado no rótulo;
  • Após aberta a lata, mantenha  o milho que sobrou em potes tampados na geladeira, juntamente com a conserva, para evitar a oxidação da lata de alumínio, que pode produzir substâncias que fazem mal à saúde.

Guia do direito do consumidor

Confira essas receitas com milho

Bolo de milho

Bolo de milho

Para uma receita de bolo de milho, você vai precisar de:

  • 4 espigas
  • 3 ovos
  • 100 ml de leite desnatado
  • 3 colheres de sopa de açúcar mascavo
  • 1 colher de sopa de fermento em pó
  • 1 colher de sopa de manteiga

Modo de preparo: bata as claras em neve e, em um local à parte, debulhe as espigas. Misture as gemas, a manteiga e o leite com as espigas até ficar uma massa homogênea. Depois, coloque em um recipiente, acrescente o açúcar, o fermento e, depois, as claras. Misture e coloque a massa em forma untada. Coloque em forno médio e deixe assar por 30 minutos.

Canjica ou mungunzá

Mungunzá

Para fazer a canjica, também conhecida como mungunzá em algumas regiões do Brasil, você vai precisar de:

  • 500 gramas de canjica
  • meia xícara de açúcar
  • 1 litro de leite
  • 1 lata de leite condensado
  • 500 ml de leite de coco
  • canela em pau, canela em pó, coco ralado e cravo a gosto.

Modo de preparo: Deixe a canjica descansar em água suficiente para que os grãos fiquem cobertos. Cubra com um pano e deixe de um dia para o outro. Depois, coloque a canjica em uma panela de pressão e cubra com 4 dedos de água.

Em seguida, adicione o açúcar, a canela em pau e o cravo e deixe pegar pressão. Mantenha cozinhando por 30 minutos e, após retirar a pressão da panela, adicione o leite, leite condensado, leite de coco e coco ralado. Cozinhe em fogo baixo até a canjica ficar cremosa.

Para servir, deixe esfriar por duas horas e coloque a canela em pó para finalizar.

Pipoca faz bem para saúde?

Outro tipo de grão de milho bastante conhecido é o milho da pipoca, que é rica em fibras, traz sensação de saciedade e melhora o funcionamento do intestino. 

Porém, é essencial tornar o consumo de pipoca mais saudável ao evitar o excesso de produtos como manteiga e sal. A preferência é sempre os azeites e óleos vegetais, em quantidade moderada. Por fim, você deve evitar o uso de temperos industrializados, pois podem levar muito sódio, aditivos como corantes e conservantes artificiais e realçadores de sabor, favorecendo o surgimento de doenças renais e cardíacas.

Dica: Consumo de sódio: moderação é a palavra-chave

Saiba como fazer a escolha certa com a PROTESTE

Como vimos, o milho tem uma relação milenar com a alimentação humana e é extremamente versátil na cozinha. Além disso, ele traz diversos benefícios para o organismo e contribui para uma vida saudável.

Também destacamos a importância de saber como escolher e preparar o grão, para evitar o consumo exagerado de ingredientes que podem fazer mal ao organismo. 

Por saber que esse tipo de informação faz a diferença na saúde e no bem-estar, a PROTESTE produz diversos artigos para levar até os consumidores conteúdos e análises sobre diversos temas.

Nos portais MinhaSaúde (saúde e bem estar), ConectaJá (tecnologia) e SeuDireito (direito do consumidor), você fica por dentro de novidades e aprende dicas que fazem a diferença no seu dia a dia.

A PROTESTE, maior associação de consumidores da América Latina, também realiza testes comparativos com uma série de produtos e serviços, que contribuem para a sua tomada de decisão na hora de adquirir mercadorias ou contratar empresas. Nossos especialistas avaliam de eletrônicos a itens de alimentação.

Conheça nosso canal Reclame, desenvolvido para você enviar sua reclamação contra um fornecedor de produto ou serviço. A sua mensagem é encaminhada para a empresa em busca de uma solução para o seu problema. A resposta chega na própria plataforma. Os associados PROTESTE têm o auxílio de nossos especialistas em defesa do consumidor. Acesse o site ou ligue para 4020-7753.