Saiba que medidas tomar para evitar e curar a ressaca

Saiba que medidas tomar para evitar e curar a ressaca

Álcool é uma substância tóxica ao organismo e sem quantidade segura para administração; veja o que fazer quando beber demais

Festas, férias e verão. É comum algumas pessoas passarem do ponto da bebida alcoólica nessas épocas do ano –  e em outras também. No entanto, não é bom exagerar. De acordo com Fernando Pandulo, hepatologista do Hospital Israelita Albert Einstein, o álcool é uma substância tóxica e que faz mal ao organismo como um todo. Além disso, não há quantidade segura para sua administração.

Assim, quando é consumido de forma exagerada, ele pode fazer bastante mal ao organismo. Por isso, o primeiro passo é não exagerar. Mais de duas doses já podem ser demais para algumas pessoas. No entanto, se já bebemos e ficamos de ressaca, podemos adotar algumas medidas para reduzir o seu efeito. Veja algumas dicas do especialista:

Hidrate-se

É importante continuar a se hidratar ao longo do dia. Sucos de frutas podem ser excelentes para isso. Segundo Pandulo, a frutose contida nessas bebidas acelera o metabolismo do álcool e ajuda o organismo a processá-lo mais rapidamente. Consumir mel, que também tem frutose, é outra possibilidade.

Alimente-se bem

Outra dica é alimentar-se bem, já que o corpo está se recuperando de uma espécie de evenenamento. Prefira refeições leves, frutas e alimentos com pouca gordura.

Evite o Paracetamol

Para aliviar os efeitos da ressaca, é possível tomar um analgésico e um remédio para gastrite, desde que com indicação médica. O médico afirma ainda que é importante evitar o uso de medicamentos que contenham Paracetamol. Somado ao álcool, o uso da substância pode provocar hepatite.

Descanse

É importante descansar bem, sobretudo se não houver nenhuma atividade importante programada para o  dia. Pois o corpo está se recuperando de uma situação para qual ele não estava preparado.

Não beba mais durante a ressaca

Outro mito com relação à ressaca é a ingestão de mais bebida alcoólica durante o processo. De acordo com o especialista, a pessoa terá, de fato, uma melhora momentânea devido ao efeito do álcool no cérebro. No entanto, ao parar de beber, os efeitos podem ser ainda piores do que os da ressaca original.

Cuidado com os mitos

Medicamentos indicados para tomar um dia antes da bebedeira e um dia depois são paliativos, segundo o especialista. Não existem remédios específicos para a ressaca. Os que são ofertados no mercado são analgésicos e anti-inflamatórios comuns utilizados para outros tipos de desconfortos, como gastrite, dor de cabeça, etc.

Antes de beber

Antes de ir para uma festa que necessariamente haverá consumo de bebidas alcoólicas, é importante ir bem alimentado. E de preferência, consuma alimentos que possuam gordura, como carnes, ovos, etc. É importante também ir bem hidratado e beber mais água entre um drink e outro, dando tempo para o organismo eliminar alguma quantidade de álcool.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.