Consumir ômega 3, realmente funciona para melhorar a saúde?

Consumir ômega 3, realmente funciona para melhorar a saúde?

Estudos indicam que o aumento da ingestão de DHA pode estar associado a uma redução do risco de Alzheimer

O óleo de peixe, rico em ácidos graxos ômega-3, frequentemente é apontado como um elixir para a saúde, prometendo benefícios que vão desde a proteção cerebral contra demência até a redução dos sintomas da artrite reumatoide. No entanto, a pergunta crucial permanece: o ômega-3 realmente funciona e, se sim, a ingestão de peixe proporciona os mesmos benefícios dos suplementos?

O ômega-3, composto por ácidos graxos poli-insaturados essenciais, é categorizado em três formas principais: ácido alfa-linolênico (ALA), ácido eicosapentaenoico (EPA) e ácido docosa-hexaenoico (DHA). Essenciais para a estrutura celular e o funcionamento do coração, pulmões, vasos sanguíneos e sistema imunológico, esses ácidos graxos devem ser adquiridos através da alimentação.

Ao considerar a fonte do ômega-3, surge o debate entre comer peixe e tomar suplementos. Estudos sugerem que tanto a ingestão de peixe quanto a suplementação com óleo de peixe resultam em níveis similares de EPA e DHA no corpo. No entanto, a questão persiste: os benefícios observados são atribuídos exclusivamente ao ômega-3 ou são influenciados por outros componentes presentes no peixe?

Quando se analisam especificamente as doenças como artrite reumatoide, doenças cardíacas e demência, surgem conclusões divergentes. Enquanto suplementos de óleo de peixe demonstram benefícios na redução da gravidade e progressão da artrite reumatoide, a eficácia em doenças cardiovasculares é contestada. Estudos indicam que o aumento da ingestão de DHA pode estar associado a uma redução do risco de Alzheimer, mas a relação entre ingestão alimentar total de ômega-3 e demência permanece incerta.

Em meio às incertezas, recomenda-se cautela na escolha entre peixe e suplementos de óleo de peixe, destacando a importância das evidências científicas e a consulta a profissionais de saúde para decisões informadas sobre a incorporação do ômega-3 na dieta. As informações são da BBC.