Diferença entre o azeite de oliva e outros óleos vegetais

Diferença entre o azeite de oliva e outros óleos vegetais

Quando o assunto é azeite, não deixamos você ser enganado. Saiba diferenciar azeite legítimo de óleo composto

Nas prateleiras dos supermercados, é grande a variedade de azeites disponíveis.

Porém, atenção: em nosso último teste de azeites, identificamos marcas que adulteram o produto, adicionando outros tipos de óleos vegetais.

Por isso é importante saber a diferença entre eles.

O azeite de oliva genuíno é produzido unicamente a partir de azeitona.

Para ser considerado extravirgem um azeite deve possuir acidez até 0,8% e deve conter na sua lista de ingredientes apenas o azeite de oliva extravirgem.

É importante também observar no rótulo se antes do termo “azeite de oliva” há a expressão “elaborado com”.

Isso significa que o azeite é um dos ingredientes do produto, e não a sua totalidade.

Além disso, a presença de termos como “óleo composto”, “tempero português” ou “tempero misto” indicam que há algum outro óleo de origem vegetal (soja, girassol ou outros) junto ao azeite.

Mas você sabe quais são as diferenças entre o azeite de oliva e os demais óleos vegetais? Te explicamos abaixo:

Portanto, fique de olhos bem abertos na hora em que for ao supermercado.

Leia atentamente os rótulos para identificar se a garrafinha contém o legítimo azeite de oliva extra virgem ou se pode estar levando para casa uma mistura de óleos.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.