Autocuidado é caminho para prevenir doenças

Autocuidado é caminho para prevenir doenças

Entenda porque mudar pequenos hábitos faz toda a diferença na sua saúde a longo prazo

Duas das promessas mais comuns de ano novo é ter uma boa alimentação e fazer mais exercícios. Mas, geralmente, essas promessas são quebradas antes mesmo do Carnaval. Incorporar novas hábitos pode ser difícil. Entretanto, uma nova postura de autocuidado pode prevenir uma série de problemas.

“As doenças que mais matam hoje são as cardiovasculares e o câncer. Existem fatores de risco para várias situações relacionadas a elas. Se fossem controlados, diminuiríamos muito a probabilidade de esses e outros males ocorrerem”, afirmou o cardiologista Marcelo Katz, da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

Mudar o estilo de vida é o primeiro passo. Portanto, ter uma vida saudável pode reduzir o risco de infarto em 80%. Parar de fumar, praticar uma atividade física com regularidade, controlar o peso e lidar melhor com o estresse do dia a dia são algumas das atitudes essenciais de autocuidado. Quanto mais cedo começar, melhor. Mas é importante ter em mente que essas mudanças podem ocorrer em qualquer idade.

Mudança de pensamento

Para sua mente começar a pensar de forma mais saudável, é preciso inserir algumas intervenções. Transformar um estilo de vida não acontece da noite para o dia. Sendo assim, é comum que as pessoas coloquem muitas barreiras. Principalmente culpar as demandas cotidianas.

O cérebro do ser humano não gosta de sair da zona de conforto. E o autocuidado dá trabalho. Então, por que insistir? “Uma coisa que ajuda as pessoas a mudar é discutir a fundo aquelas barreiras, auxiliá-las a suplantá-las e mostrar que, embora o benefício venha lá no futuro, ele se inicia agora. A poupança da saúde deve começar desde já. Quanto mais cedo poupo, mais rendimento vou ter, como em qualquer investimento”, explicou Katz.

Para sair da zona de conforto, as modificações no dia a dia não precisam ser grandes. Muito menos drásticas. Se você não faz nenhuma atividade física, subir pelas escadas no lugar de usar o elevador já é uma mudança positiva. Mais alguns exemplos de mudanças simples:

  • Desça um pouco antes do seu ponto de ônibus;
  • Não fique tanto tempo sentado no trabalho. Levante e dê umas voltas;
  • Não exagere no sal ou nas frituras;
  • Coloque cor no seu prato com vegetais;
  • Beba menos refrigerante. Água é mais barato.

Importante cercar-se de pessoas que vão ajudar nesse processo. Seja acompanhando na prática de uma atividade física ou até mesmo ficando com as crianças enquanto você caminha pelo quarteirão.

A PROTESTE luta para que os brasileiros tenham acesso à saúde de qualidade no Brasil. A associação de defesa do consumidor tem uma parceria para oferecer uma plataforma online com acesso a diversos serviços de saúde, com descontos de até 70%. A parceria inclui consultas, exames e até mesmo um seguro internação. Além disso, a Proteste tem testes comparativos de planos de saúde.

Ainda não conhece a PROTESTE? Clique aqui e entenda como ajudamos o consumidor a defender seus direitos.