Saiba por que a obesidade é uma doença crônica

Saiba por que a obesidade é uma doença crônica

Tratar a obesidade não depende de força de vontade. Entidades de saúde mostram que é um problema crônico

O Brasil caminha para ser um país com grande número de pessoas obesas. Em artigo recente, o site do Drauzio Varella explica que o problema pode começar pela dificuldade em entender que a obesidade é uma doença crônica. Uma pesquisa mostrou que cerca de 65% dos americanos reconhecem a obesidade como doença. Mas apenas 54% dos entrevistados acreditavam que o peso pudesse realmente interferir na saúde.

Levantamento do Ministério da Saúde mostra que um em cada cinco brasileiros é obeso. Ou seja, seu IMC (o peso do paciente dividido pelo quadrado da sua altura) é maior que 30. E que mais da metade da população das capitais brasileiras está com sobrepeso com IMC na faixa entre 25 e 29,9.

Clique aqui para ler esta matéria: Brasil assina acordo para a redução de açúcar em industrializados

Reconhecimento da obesidade como doença

Em 2013, a American Medical Association, uma das organizações médicas mais influentes do mundo, decidiu classificar a obesidade como doença. Ao longo dos anos, outras entidades médicas internacionais, incluindo a Organização Mundial da Saúde (OMS), reconheceram a condição como um problema crônico. E que necessita de tratamento específico e de longo prazo.

A obesidade é uma doença multifatorial, em que fatores genéticos, metabólicos, sociais, psicológicos e ambientais estão envolvidos. Mas o indivíduo pensa, na maioria das vezes, que a culpa é somente dele, associa [o excesso de peso] à falta de força de vontade. Acha que remédio pode não ser a solução, que a cirurgia, em si, não tem serventia para ele. Então, dificilmente essa pessoa vai buscar ajuda médica

Analisou Walmir Coutinho, professor de Endocrinologia da PUC-Rio e ex-presidente da Federação Mundial da Obesidade.

O excesso de peso pode não provocar sinais e sintomas antes de chegar aos graus 2 e 3. Exatamente como ocorre com doenças como hipertensão e diabetes. Os sintomas nem sempre aparecem nas fases iniciais. No entanto, a obesidade pode ter impactos na saúde, mesmo nos estágios iniciais. Um exemplo é a sobrecarga da coluna e dos membros inferiores, facilitando o surgimento de artrose no longo prazo.