Comer alho em jejum emagrece? Veja resposta

Comer alho em jejum emagrece? Veja resposta

Descubra como o consumo de alho em jejum está ganhando popularidade como uma estratégia para emagrecimento

O alho amassado surge como uma nova tendência para perda de peso, impulsionada por celebridades. Embora seja reconhecido por seus benefícios quando consumido em jejum, especialistas destacam que ele não é uma solução isolada, mas sim parte de uma abordagem holística que inclui exercícios físicos e uma dieta equilibrada.

A dieta anti-inflamatória, por exemplo, visa melhorar o funcionamento do corpo através da variedade de alimentos, enquanto a hipocalórica envolve a restrição calórica para promover a perda de gordura.

Estudos indicam que o consumo de alho em jejum pode ajudar a reduzir a glicemia e a sensação de fome ao longo do dia, favorecendo a ingestão de menos calorias.

Para colher seus benefícios máximos, é recomendado consumir o alho cru e amassado, evitando aquecê-lo para preservar seus componentes ativos, como a alicina. Além da perda de peso, o alho também é associado à melhora da saúde cardiovascular, redução da pressão arterial e efeitos antioxidantes.

No entanto, é importante considerar os riscos e precauções associados ao consumo de alho em jejum. Consumido em excesso, pode causar irritação gástrica e desconforto gastrointestinal, especialmente para pessoas com refluxo gastresofágico e gastrite. A quantidade recomendada é de até 3 dentes de alho por dia, com um limite diário de 6. Além disso, indivíduos com intolerância ao FODMAP devem evitar o consumo excessivo de alho devido ao risco de distúrbios intestinais. As informações são do Receitas, da Globo.